Leci Brandão da Silva, é uma cantora, compositora e política brasileira, sendo uma das mais importantes intérpretes de samba da música popular brasileira.

Nascida em 1944, na cidade do Rio de Janeiro, começou sua carreira na década de 1970, tornando-se a primeira mulher a participar da ala de compositores da Mangueira. Ao longo de sua carreira, gravou 13 Lps, 8 CDs, 2 DVDs e 3 compactos, totalizando 26 obras. Também atuou na telenovela Xica da Silva como a líder quilombola Severina.

Entre 1984 e 1993, foi comentarista dos Desfiles das Escolas de Samba do rio de Janeiro, voltando em 2000 e 2001. Entre 2002 e 2010, comentou os Desfiles das Escolas de Samba de São Paulo.

Entre 2004 a 2008, foi Conselheira da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e membro do conselho Nacional dos Direitos da Mulher, a convite do então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em Fevereiro de 2010, filiou-se ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e candidatou-se ao cargo de Deputada Estadual pelo estado de São paulo, tendo sida eleita com mais de 85 mil votos, reeleita em 2014 e em 2018.

Como parlamentar, se dedica à promoção da igualdade racial, respeito às religiões de matriz africana e à cultura brasileira. Segunda deputada negra da história da Assembleia Legislativa de São paulo, também levanta a questão das populações indígena e quilombola, da juventude, das mulheres e do segmento LGBTQI+.

Atualmente, Leci é Ouvidora Adjunta da Alesp, membro das comissões permanentes de Educação e Cultura e de Defesa dos Direitos das Mulheres. É coordenadora das Frentes Parlamentares para Promoção da Igualdade Étnico-Racial em Defesa dos Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais e da Frente sobre Privatizações e em Defesa do Patrimônio e dos Serviços Públicos de Qualidade. A parlamentar já apresentou mais de 100 projetos, com mais de 40 leis aprovadas até o momento.

Deixe seu Comentário