Após os caminhoneiros anunciarem paralisação na noite desta quarta-feira (8), diversos motoristas correram para os postos de combustíveis para abastecer, temendo ficar sem combustível. A exemplo de 2018, quando houve greve da categoria por dez dias, houve filas quilométricas para tentar garantir o tanque cheio.

Em Rio Claro, com o preço da gasolina e do etanol já nas alturas em 2021, tem posto do município que está comercializando, após o início da paralisação, o litro dos combustíveis a R$ 8,99 e 7,99, respectivamente. Outro agravante é que foram retirados os valores dos totens para consulta dos consumidores, o que é obrigatório por lei.

Para fazer uma denúncia ou reclamação sobre postos de combustíveis é necessário informar à Agência Nacional do Petróleo (ANP) o número do CNPJ do estabelecimento. É fácil: a informação está nos adesivos colados em cada bomba abastecedora, na altura dos olhos do motorista. Ter esses adesivos é uma obrigação do posto. As denúncias podem ser encaminhadas para o 0800 970 0267 ou pelo Fale Conosco: http://www.anp.gov.br/fale-conosco.

Deixe seu Comentário